Palawan, o que visitar em El Nido e Puerto Princesa

 Em PT, viagens

Ou quando o universo conspirou em Palawan…  

No último dia do retiro, que falei aqui, curiosamente no dia do aniversário do David, e que é também o nosso aniversário de namoro, estava a preparar-me para deixar o Bahay e ir explorar o norte da ilha, quando recebi a melhor noticia de todas: o passaporte do David estava pronto, e ele estava a caminho da ilha. Foi maravilhoso como tudo afinal teve um timing perfeito. Tivemos uma semana de sonho a nadar pela ilha, e prometemos um ao outro que iríamos voltar em breve. Ambos temos uma paixão forte por Palawan, tão forte que já ponderámos vender tudo o que temos e comprar uma casinha à beira-mar e mudarmo-nos para lá, mas o nosso amor por Portugal e pelos nossos ultrapassa esta nossa paixão pela ilha.

Para quem quiser visitar, ficam as nossas dicas, com fotos que ilustram o que tento explicar por palavras  

PUERTO PRINCESA

  • Underground river

undergroundriver

Na foto é onde os barcos param, e a entrada para a gruta. As fotos da gruta ficaram com muito má qualidade, nem me atrevo a partilhar.

Considerado uma das sete maravilhas naturais do mundo, vale a pena visitar. A visita é feita de barco, e é incrível navegar pela caverna de canoa, mas atenção, na minha modesta opinião, é uma daquelas coisas para se fazer uma vez na vida.

  • Visita à ilha starfish (estrela do mar)

palawan

starfish island

Tanto eu como o David adorámos e foi de todos os sítios, onde conseguimos ver mais peixes, não queríamos acreditar. Vale muito a pena, e claro é um must-go!

  • Cowrie island, visita

palawanVisita e passeio de barco à ilha com direito a almoço e muitos mergulhos. Uma forma rápida de explorar este lado mais paraíso sem ter de sair da cidade.

Onde comer em Palawan

Como fiz o retiro de 10 dias, ficámos apenas 3 dias em Palawan, e não fomos nada originais. Rendemo-nos ao restaurante vegetariano Imas. Fiquei viciada nos burritos (na altura ainda comia glúten, para grande felicidade). É simples, muito acolhedor, mas para mim, naquele contexto, nem faz sentido ser de outra forma, enquadra-se na perfeição com o resto da cidade. Infelizmente não temos fotos do sítio nem dos pratos, vai ter de ficar para a esta visita!

Imas link 

SPA

Ir às Filipinas e não desfrutar de uma massagem é o mesmo que ir a Roma e não ver o Papa. (eu já fui ao vaticano e não vi o Papa), por isso para compensar tive de ir várias vezes ao spa. Fomos fieis ao Nuat Thai Welness Spa, e já está na nossa agenda o regresso. Ando a sonhar com a massagem de pedras quentes.

EL NIDO

Fica a norte da ilha, e é o destino ideal para passar os dias em tours de ilha em ilha. Foi o que fizemos. Ficámos hospedados numa casinha de madeira com acesso directo à praia. O hotel entretanto fechou esta zona, para grande tristeza nossa, mas para terem uma ideia da nossa vista!el nido

el nido

A nossa tão modesta, e tão linda casinha!

ONDE COMER EM EL NIDO

Senti-me um bocado limitada em El Nido, visitámos o mercado em busca de frutas frescas e não encontrámos muita variedade, tal como de restaurantes ao meu estilo.

Pequeno almoço comíamos no hotel, eu maioritariamente fruta, uma vez que estava a fazer a transição do retiro para a vida “normal”.
Ao almoço comíamos no barco da nossa tour, eu comia arroz e fruta. Mas estes barcos também servem carne, peixe, refrigerantes e água, tudo incluído no preço da tour.

Jantar- pouco originais, mas acho que fomos quase sempre ao Art Café, um espaço muito giro e cheio de opções saudáveis.
Certamente que entretanto este cenário já mudou, e eu estou ansiosa para explorar as novas opções da ilha!

O QUE VISITAR

Como disse acima, a nossa estadia em El Nido consistiu em mergulhos. Uns dias passeámos de barco, outros ficámos por nossa conta.

Fizemos os percursos A, B e C, e são obviamente obrigatórios.

el nidoCenário típico na Ásia, um casal vestido de igual.

el nido

el nido

El Nido e o seu pôr do sol mágico

el nido

O verde e o azul, tudo de bom.

el nido

el nido

el nido

el nido

Palawan vale a pena?
Bem, para nós vale, vale tanto que vamos voltar, com tanto mundo que ainda temos para ver. O que mais gostei em Palawan, é que apesar de estar a ficar cada vez mais popular, ainda tem muita coisa autêntica. Sei que a Tailândia, ou até mesmo Bali (que não conheço, mas quero muito visitar já não é bem assim). Fico feliz que o turismo em Palawan esteja a crescer, mas estou apreensiva com o que vou encontrar.
Os Filipinos são gente muito boa mesmo, de muito bem com a vida, e sabem viver de uma forma simples e alegre, e isso também contribui pelo meu amor pela ilha.

As paisagens, os mergulhos, a cor da água, é acima de tudo aquilo que nos prendeu. Não desaponta, o que veem nas imagens Google é o que encontram na realidade.

Infelizmente não temos tantas fotografias como gostaria. Na altura, a fotografia passava-me completamente ao lado, mas agora mal posso esperar para dar à lente!

Posts Recentes

Deixar um Comentário

0